Quantos tipos de vestidos você tem em seu armário? É bem provável que a maioria das mulheres tenha pelo menos um modelo dessas peças no closet. Afinal, mesmo que existam as apaixonadas por calças, não há como negar que em determinadas ocasiões os vestidos são itens essenciais.

Por serem uma peça única, eles são extremamente práticos para a montagem de looks do dia a dia. Além disso, há uma enorme quantidade de modelos disponíveis no mercado, o que permite que os vestidos se adéquem aos mais diferentes estilos e gostos.

Diante de tanta variedade, é natural ficarmos um pouco confusas e não sabermos quais são as melhores opções para termos em nosso guarda-roupa. Por isso, preparamos um conteúdo com dicas incríveis para ajudá-la a escolher sem medo. Acompanhe!

Tubinho preto

O vestido tubinho é aquele que apresenta modelagem mais ajustada. Ele pode ser com ou sem mangas e tem como principal característica mostrar a silhueta da mulher. Considerado um clássico do closet feminino, ele é perfeito para composições sofisticadas, como eventos de trabalho e, até mesmo, festas que exijam um traje mais refinado.

Além de ser considerado uma cor básica e que pode ser combinada com outras cores facilmente, o preto costuma trazer um ar de elegância ao visual. Se você quiser investir nesse modelo de vestido, fique atenta ao material da peça. Procure tecidos mais encorpados e com bom caimento. Dessa forma, ele não marcará o corpo excessivamente.

Por mais clássico que o tubinho preto possa ser, se você prefere um visual mais moderno não precisa deixá-lo de lado. Os modelos no comprimento midi combinados com tênis criam um look despojado e cheio de estilo.

Envelope

O vestido envelope é um modelo transpassado com amarração na cintura e decote em V. Sua modelagem valoriza o corpo feminino, pois salienta bastante as curvas e deixa a região do colo em evidência.

Ele pode ser mais ou menos formal, dependendo do tecido, estampa e comprimento que você escolher. Geralmente, os estampados e mais curtos têm características informais, enquanto os lisos e mais alongados parecem mais sérios.

Esse modelo é adequado para diversas ocasiões. No entanto, se você pretende usá-lo em ambientes de trabalho, é importante ficar atenta à profundidade do decote.

Chemise

Entre os tipos de vestidos perfeitos para se ter no guarda-roupa estão os chemises. Eles parecem camisas alongadas. São confortáveis, discretos e, por isso, ideais para o ambiente de trabalho.

Deseja um visual mais descontraído para um passeio no shopping ou um jantar despretensioso? Use o chemise com os botões que ficam próximos ao pescoço abertos e aposte em sapatos e acessórios mais casuais.

Os cintos também são uma boa pedida quando pensamos em chemises, pois marcam a cintura e deixam a produção mais feminina.

Longo de festa

Você pode estar se perguntando qual é a vantagem de ter um vestido longo no guarda-roupa se os eventos ou festas de gala são tão raros para a maioria das pessoas.

Ter um vestido longo de festa em uma modelagem clássica e cor neutra pode ser uma ótima alternativa para aquela ocasião especial que surge de última hora ou para momentos em que você não encontra outro modelo que esteja de acordo com seu gosto.

Se você optar por peças com essas características, terá a possibilidade de fazer mudanças que a tornem sempre surpreendente. Bordados, apliques de rendas e pedrarias têm o poder de renovar o visual do seu vestido.

Agora que você já sabe os tipos de vestidos que toda mulher deve ter, é importante lembrar de procurar por aqueles que apresentem alta qualidade como os da Rêve Official. Assim, seu investimento realmente valerá a pena. 

Que tal fazer uma visitinha à nossa loja para conhecer produtos incríveis?

 

Escreva um comentário